Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Núcleo de Comunicação
26/03/2019 17:51 - atualizado às 08:27 em 11/04/2019

O objetivo da participação dos nadadores da equipe sênior do Sesi-SP no Meeting Open Méditerranée era intensificar a preparação para a temporada 2019 e principalmente de olho no Troféu Brasil/Maria Lenk – competição que vale vagas para o Mundial e o Jogos Pan-Americanos. E foi o que Etiene Medeiros, Daynara de Paula, Sabrina Todão e Raphael Oliveira fizeram. Ao todo, o grupo conquistou cinco medalhas, sendo três pratas e dois bronzes, durante os três dias de provas em Marselha, na França.

Com a participação de atletas de diversas nacionalidades, entre eles medalhistas de ouro em jogos olímpicos e campeões mundiais, os nadadores da indústria fizeram bonito e colocaram o Brasil no pódio. Para o técnico Fernando Vanzella o resultado foi bastante positivo.

“A competição teve um nível técnico bem forte e com bastante resultado positivo. Nossa equipe nadou bem. Estamos a três semanas do Maria Lenk, então usamos a competição como preparação direta. Foi bem bacana ter esse primeiro momento no cenário internacional. Tinha bastante competitividade, o que atrai um bom número de atletas, muitas seleções e clubes que também terão seletivas estavam participando, como Holanda, França, Espanha Aproveitamos ainda e fizemos um intercâmbio com a equipe local.

Durante as provas, Raphael Rodrigues puxou a fila dos pódios já no primeiro dia de competições. Nadando os 50m peito, o nadador do Sesi-SP garantiu uma vaga na final A e com o tempo de 28s06 ficou com o bronze. No dia seguinte, repetindo a posição e o estilo, Raphael voltou para piscina a garantiu sua segunda medalha, agora na distância de 200 metros (2m13s56).

Atual campeã mundial dos 50m costas, Etiene Medeiros caiu na água para defender sua especialidade e conquistou o melhor resultado do Brasil no segundo dia de provas no Meeting Open Méditerranée, em Marselha, na França. A nadadora da indústria avançou para final com o quarto tempo das eliminatórias (28s47). Na final, a pernambucana melhorou e baixou seu tempo para 28s06, ficando com a prata. A britânica Georgia Davies, com 27s75 ficou com o ouro.

Marcando presença no pódio desde o início do torneio, os nadadores do Sesi-SP garantiram mais duas medalhas no último dia de provas. Etiene voltou para piscina na disputa dos 50 metros, agora no estilo livre e com o tempo de 24s82, a nadadora garantiu mais uma prata e evoluiu ainda mais. A marca rendeu a nadadora o sexto melhor tempo do mundo na prova.

Daynara de Paula disputou os 100m borboleta e também garantiu seu lugar no pódio e uma medalha de prata com 59s16. A atleta ficou atrás apenas da americana Kendyl Stewart (57s90).

 

 

LEIA TAMBÉM