Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp
01/11/2018 22:44 - atualizado às 01:16 em 02/11/2018

Jogando em casa, no ginásio da Vila Leopoldina, o time masculino de vôlei do Sesi-SP venceu nesta quinta-feira (1º de novembro) o Copel Telecom Maringá Vôlei. Válido pela segunda rodada da Superliga Cimed 2018/19, o confronto entre as equipes foi o primeiro da equipe da capital paulista em casa. E com o resultado de 3 sets a 0 (25/21, 25/19 e 25/18), o grupo comandado pelo técnico Rubinho garante mais três pontos.

Com o retorno do levantador William, do central Éder e dos ponteiros Lucas Lóh e Lipe após uma semana de descanso, o Sesi-SP contou com sua força máxima à disposição do técnico Rubinho. Alan Souza, destaque nos últimos jogos, começou a partida com um ponto de bloqueio, mostrando ao adversário que não seria um confronto fácil.

“Primeiro esse troféu aqui é para equipe inteira, porque aqui ninguém faz nada sozinho. A gente estreou agora contra o Maringá, estávamos fora do jogo contra Ribeirão, então é bom iniciar assim e ter uma sequência de vitórias porque lá na frente fará a diferença. Foi um jogo que tínhamos a responsabilidade de fazer um placar bom e a gente soube controlar isso muito bem”, comentou Lucas Lóh, destaque de partida e ganhador do troféu Viva Vôlei.

Apostando no bloqueio, o grupo da capital paulista manteve sua força do início ao fim. Tranquilos e bem entrosados, os meninos do Sesi-SP mantiveram o passe na mão e com a força dos atacantes dificultaram a vida do time de Maringá.

À frente no marcador, o técnico Rubinho aproveitou para mexer na equipe e colocar outros atletas em ação. Pureza entrou na inversão com Murilo. Bertolini ocupou o lugar do Gustavão e pontuou. Barreto apareceu bem no saque enquanto Franco e Evandro mantiveram a força da equipe nas inversões do 5-1.

O Sesi-SP entrou em quadra com o levantador William, o oposto Alan Souza, os centrais Éder e Gustavão, os ponteiros Lucas Lóh e Alan Patrick e o líbero Murilo. Entraram Franco, Evandro, Bertolini, Pureza e Barreto.