Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp
07/08/2018 11:47 - atualizado às 16:26 em 07/11/2018

Com o pé direito, ou melhor, com a mão direita. Na noite desta segunda-feira (6/8), jogando no ginásio do Clube Pirassununga, o time masculino de vôlei do Sesi-SP superou o Vôlei Renata por 3 a 1 (25/19, 25/21, 23/25 e 25/20) pela Copa São Paulo 2018 e manteve a tradição de iniciar a temporada com título. No torneio que prepara as equipes para o Campeonato Paulista, os comandados do técnico Rubinho somam agora sete títulos.

“É a primeira competição do ano, nós tivemos poucas semanas de treinamento, obviamente que as coisas ainda não estão ajustadas, nem para gente, nem para o adversário, é o começo do trabalho. Mas para começar, é legal que já seja com a vitória, é legal começar vendo algumas coisas que foram trabalhadas acontecendo, e é importante demais ter esse grupo jogando, porque assim fortalecemos todos para a temporada. Eles exerceram o papel de protagonistas, que não é fácil. Tivemos altos e baixos, como já imaginávamos, mas conseguimos controlar e sair com essa importante vitória”, analisou o técnico Rubinho.

O Sesi-SP entrou em quadra com o levantador Evandro, o oposto Franco, os ponteiros Renato e Alan Patrick, os centrais Gustavão e Bertolini e o líbero Pureza, e como em toda decisão de campeonato, o confronto entre Sesi-SP e Vôlei Renata começou equilibrado. O jovem central Bertolini fez dupla com Gustavão no meio de rede e com sede de bola correspondeu à altura no fundamento. Alan Patrick, Renato e Franco dominaram as pontas e dificultaram a vida do grupo de Campinas. Temponi e Vini cresceram, apertaram a marcação no final da primeira parcial e com boa passagem do central Luizinho pelo saque, diminuíram a diferença, mas foi o Sesi-SP que garantiu o primeiro set com 25 a 19.

Mais equilibrada, a sequência da partida mostrou o crescimento do Vôlei Renata no ataque, porém o Sesi-SP não ficou para trás e manteve o bom posicionamento dentro de quadra. Abrindo 2 a 0 após vencer a segunda parcial por 25 a 21, o time da Vila Leopoldina não teve vida fácil. Vaccari cresceu pela lateral, o grupo fechou o paredão no bloqueio e diminuiu a diferença conquistando o terceiro set (23/25). O grupo da Vila Leopoldina precisava vencer o quarto set para ficar com o título, e foi o que fez. Os meninos de Campinas não facilitaram, pontuaram e vibraram a cada ponto, mas o líbero Pureza no fundo de quadra foi gigante, defendeu os ataques potentes dos adversários e ajudou o time a fechar a parcial em 25/20.

Antes de chegar à final, o Sesi-SP superou o São José dos Campos por 3 sets a 1 (25/19, 24/26, 25/21 e 25/18), no último sábado. Mesmo com a ausência do levantador William, o oposto Alan, o central Eder e os ponteiros Lipe e Lucas Lóh, todos servindo à seleção brasileira, o time da Vila Leopoldina mostrou sua força coletiva e contou com nomes mais experientes, como Evandro, Franco, Renato e Gustavão para mesclar com a juventude.

Para manter a tradição de bom desempenho em início de temporadas, Sesi-SP conquista título da Copa São Paulo 2018. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp