Menu Site
 Por: Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp
19/10/2018 18:22 - atualizado às 18:22 em 19/10/2018

Adrian Henrique, jovem atleta do Sesi-SP, cravou uma conquista importante em sua carreira. Com a marca de 7,50 metros, Adrian se tornou nesta semana, o quarto nome do mundo no salto em distância dos Jogos Olímpicos da Juventude 2018, disputados em Buenos Aires, na Argentina. Na principal competição internacional de atletas até 17 anos, o Sesi-SP figura na briga pelas primeiras colocações mundiais.

Após encarar o difícil critério de seleção para representar o Brasil na competição, Adrian, que havia conquistado vaga para o salto em distância e o salto triplo, mas após avaliação técnica junto ao COB (Comitê Olímpico Brasileiro) acabou optando apenas pelo salto em distância, foi muito feliz durante a disputa. Adrian ficou atrás do japonês Koki Wada, terceiro colocado com 7,66 m, do australiano Joshua Cowley, vice-campeão com 7,82 m e do cubano Lester Alcides Lescay, campeão com 7,89 m.

“Eu senti uma sensação inexplicável em estar nessa competição, a maior e principal internacional da base, é uma experiência muito grande. Fiquei muito feliz de ter alcançado a marca de quarto melhor atleta do mundo, quase belisquei a medalha de bronze, mas isso é a vida”, comentou Adrian, que ainda relembrou um pouco da prova.

“Foi uma disputa bem arriscada, salto a salto foi se decidindo por poucos metros, achei bem legal e interessante. Não desisti em nenhum momento, lutei até a última oportunidade, o último salto. Sempre temos que acreditar. Agora é trabalhar ainda mais porque 2019 promete. Só tenho a agradecer a minha professora Rosana e meu técnico Darci”, completou.

O Sesi-SP, que figura hoje no cenário nacional como uma referência na formação esportiva, com as crianças e jovens que querem fazer esporte sempre subsidiadas pela indústria, vem colhendo os frutos do trabalho. Para Darci, técnico da equipe de rendimento do atletismo do Sesi-SP, Adrian é um grande exemplo do trabalho desenvolvido pela instituição, já que o atleta, além de oriundo das categorias de base, ainda é aluno do Sesi-SP.

“Ver o Adrian nesta competição já é motivo de grande vitória. Ver ele brigando a cada salto para estar no pódio é algo inenarrável. Eu diria que é de uma felicidade tremenda. Ele terminou na quarta colocação, mas para nós é nosso campeão, afinal ele é o quarto nome do mundo da categoria. Honrou o Sesi-SP, que apoia muito a nossa modalidade, a professora Rosana e a mim, treinador”, finalizou Darci.